O pecado atingiu a todos os homens.

Romanos 5: 12
Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram”.

Qualquer pessoa que ainda não tendo encontrado Cristo, e que não se submeteu ao Seu senhorio, ainda que, seja a mais piedosa e um grande exemplo para as outras pessoas, continua sob uma sentença por causa do pecado. Mesmo que tal pessoa nunca tenha cometido qualquer falta, independente se grave ou não, ela está na mesma situação de uma pessoa que comete as coisas mais abomináveis aos olhos de Deus. O destino final de ambas será o mesmo.

Paulo intenta com a carta que escreveu aos romanos, despertar os leitores, independente da era, para a verdade absoluta a qual é a Palavra de Deus do Gênesis ao Apocalipse. E, crer nela é uma questão de fé. Não são as explicações técnicas ou cientificas e, muito menos, não são as escavações arqueológicas que, vez ou outra, encontram evidencias que nos faz crer na Palavra de Deus. Cremos e aceitamos tudo quanto ela nos fala, pois, em suma, cremos que é a Palavra do próprio Deus. Por isso, a intenção de Paulo é que os leitores entendam e admitam que são pecadores por natureza, independentemente se, de fato, pecaram ou não. O pecado e a herança que Adão nos deixou por causa da sua desobediência.

Algumas pessoas dizem que Deus foi injusto ao condenar toda a humanidade por causa do erro de um só homem, porém, os que dizem isso, provavelmente, não conhecem Deus. Já escrevi que Deus, na sua onisciência, não precisou por em teste cada individuo, pois, Ele sabe que o resultado seria o mesmo. Desta forma, Deus fez de Adão o representante de toda a raça humana e, assim como as bênçãos que foram proferidas a ele, seria extensiva a toda raça humana, o seu erro, de igual forma, trouxe sentença a todos. Há nisso alguma injustiça?

Mas, a questão não é debater sobre o que e como Deus devia ter agido. A questão é entendermos e admitirmos que somos pecadores natos. Nascemos com o DNA maléfico de Adão em nós e isso se aplica a todos ser humano que nasceu depois dele, sem nenhuma exceção. A mordomia com a alma e o espírito consiste em ter domínio próprio, agora que somos servos do Deus Altíssimo. Como bem ouvi alguém dizer, a salvação não é um pacote pronto que Deus entrega ao homem. Para que se reclame os direitos que ela dá devemos cumprir com o nosso dever.

Embora, não vemos ou lemos na Sagrada Escritura, qualquer texto ou palavra que procure enfatizar os atributos de Deus, de maneira que prove o que realmente Ele diz de Si mesmo, ainda assim, Ele para “provar” que é um Deus justo, usou um só homem para restituir o que um só homem pôs a perder.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.