Jesus edifica a sua Igreja.

Mateus 16: 18
Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela

Ninguém, absolutamente ninguém, chega ao conhecimento de Cristo através das opiniões de outras pessoas. Quando Jesus perguntou aos discípulos qual era o conceito que eles tinham dEle, a resposta que Pedro deu inspirado pelo Espírito, definiu o que Pedro realmente conhecia acerca de Jesus e não o que as pessoas pensavam dEle. A resposta de Jesus determina o que, de fato, é uma “ekklesia” no restrito sentido de igreja – Igreja não é uma agremiação para associados se reunirem semanalmente como que numa assembleia ordinária, IGREJA é a reunião daqueles que concluíram definitiva e corretamente quem é Jesus e, agora, quando se ajuntam é pra regozijarem e na verdade revelada a Pedro e exaltarem essa verdade.

A igreja de Cristo não está edificada sobre a pessoa de Pedro, mesmo porque, até aquele momento Pedro não era um crente convertido, ele, na melhor das hipóteses, era um “baita” de um convencido. A igreja de Cristo está edificada na verdade que o Espírito Santo revelou a Pedro acerca da pessoa de Jesus Cristo e, tanto a forma como o poder com que essa igreja trabalha, nem mesmo as “portas” do inferno são capazes de resistirem, com isso, muitos dos que estão cativos nas mãos de Satanás serão libertos pelo trabalho atuante desta igreja.

Antes de falarmos, de fato, sobre a mordomia da igreja, devemos, antes, definir com exatidão o que é igreja; qual seu papel na sociedade; e, sua finalidade no mundo. A igreja é com muita propriedade ilustrada na Bíblia como sendo o corpo de Cristo. O Senhor Jesus Cristo deixou este mundo há quase vinte séculos; entretanto, ele ainda está no mundo. Com isso queremos dizer que sua presença se faz sentir por meio da igreja, a qual é seu corpo. Assim como ele viveu sua vida natural na terra, em um corpo humano individual, assim também ele vive sua vida mística em um corpo tomado da raça humana em geral – a IGREJA.

A Bíblia ilustra a igreja como sendo, também o templo de Deus. Um templo é um lugar em que Deus, que habita em toda parte, se localiza a si mesmo em determinado lugar, onde seu povo o possa achar “em casa”. Assim como Deus morou no Tabernáculo e no templo, assim também vive, por seu Espírito, na igreja. Neste templo espiritual os cristãos, como sacerdotes, oferecem sacrifícios espirituais, sacrifícios de oração, louvor e boas obras.

Por fim, a igreja é ilustrada na Bíblia, e não exagere na interpretação desta ilustração, pois não passa de mera ilustração, como sendo a “noiva” de Cristo. Essa é uma ilustração usada tanto no Antigo como no Novo Testamento para descrever a união e comunhão de Deus com seu povo. O propósito desta ilustração é apenas iluminar um determinado lado da verdade e não o de prover fundamento para uma doutrina.

Para se tornar membro da igreja, da qual Jesus estabeleceu de acordo com a revelação de Pedro, há critérios que devem, obrigatoriamente, serem observados. No Novo Testamento estão descritas estas condições para se tornar membro desta igreja: – fé implícita no Evangelho e confiança sincera e de coração em Cristo como o único e divino Salvador; – submeter-se ao batismo nas águas como testemunho simbólico da fé em Cristo; e – confessar verbalmente essa fé.

No princípio, praticamente todos os membros da igreja eram verdadeiramente regenerados. “E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar“. Entrar na igreja não era uma questão de unir-se a uma organização, mas de tornar-se membro de Cristo, assim como o ramo é enxertado na árvore.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Conhecendo as Doutrinas da Bíblia – Myer Pearlman

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.