O trabalho com o suor do rosto.

Gênesis 3: 19
No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás”.

Adão deve ter estremecido da cabeça aos pés quando ouviu essa sentença e, provavelmente, o que mais lhe causou pavor foi a primeira parte de sentença. Morrer, talvez, não lhe causasse tanto medo, mas trabalhar … … Ah! … … Isso deve ter causado um impacto muito violento nele. Deve ter dado febre nele, tremedeira, dor de cabeça e, enfim, antes mesmo de começar a trabalhar duro, ele já estava pensando nas férias. Claro que nada disso aconteceu, essa introdução foi somente para descontrair.

Essa primeira parte do versículo é mal interpretada pela maioria das pessoas (crentes e não crentes). Deus não estava determinando que todo ser humano teria que derreter em suor para comer, antes o que o Senhor determinou é que todos teriam que trabalhar para sustentarem-se, mesmo por que, tem muita gente de não derrama sequer uma gota de suor e come até refestelar. Até aquele momento, Adão trabalhava tendo como “parceiro” o próprio Deus. Tudo quanto ele fazia no Édem prosperava. Entretanto, quando pecou, Adão não trouxe maldição apenas sobre si, por causa do pecado, toda a obra criada sofreu punição junto com o homem. Então, desde a expulsão do jardim do Édem, ao homem está determinado trabalhar duramente sem nenhuma garantia de que vai obter resultados satisfatórios.

No suor do teu rosto comerás o teu pão”, significa que teremos que empreender grande esforço para conquistar o que queremos, nada vem “de mão beijada”. O Senhor não disse que jamais abençoaria o esforço do homem. Não! Ele não disse isso! O que o Senhor disse é que se queremos ter uma bela e farta mesa, precisamos nos esforçar sobremaneira para isso. Embora possamos aplicar esse esforço para qualquer área, vamos falar apenas do que se limita o versículo.

Talvez algumas pessoas possam dizer que existem muitos por aí que estão comendo pão sem derramar nenhum suor. Concordo … … em partes, por que, geralmente quando alguém levanta essa questão, está se referindo aos empresários que, segundo o entendimento destas pessoas, enriquecem sem trabalhar e, no caso aqui, come pão sem suar. Você que tem o costume de falar esse tipo de asneira, já pensou que tais pessoas tiveram a coragem de fazer aquilo que você não teve? Foram ousados! 

Aqueles que, hoje, são donos do próprio negócio e, em alguns casos, são empregadores (falo dos que conquistaram o sucesso honestamente), mesmo que não sejam servos de Deus, com certeza, mesmo sem conhecer a Palavra de Deus, agiram conforme o Sábio escreveu em Eclesiastes: “Quem observa o vento, nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará. Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas. Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão igualmente boas“.

Muitos empresários “suaram” bastante para alcançarem a posição em que estão hoje e, por isso não devem ser criticados ou, até mesmo, injuriados. O trabalho deles hoje, depois do sucesso alcançado, é prover (pela mão de Deus) o sustento dos que servem a Deus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.