Alimentar-se da Palavra é o segredo para o sucesso do ministério.

Josué 1: 8
Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido”.

Que conselho extraordinário que o Senhor nos dá!
“Ao longo da jornada pelo deserto, Deus estava preparando Josué para seu ministério como sucessor de Moisés. Quando Israel derrotou Ogue, rei de Basã, Moisés usou essa vitória para encorajar Josué a não temer os inimigos. Quando Moisés estava se preparando para morrer, pediu a Deus que desse um líder ao povo, e Deus nomeou Josué. Em sua última mensagem a Israel, Moisés disse ao povo que Deus usaria Josué para derrotar seus inimigos e ajudá-los a apropriar-se da herança. Também encorajou Josué a confiar em Deus e a não temer. Moisés impôs as mãos sobre seu sucessor, e Deus deu a Josué o poder espiritual necessário para realizar seu trabalho” W.W.Wiersbe

O conselho do Senhor é muito enfático – não adianta ter um lindo exemplar da Sagrada Escritura, e não fazer uso dela – seria o mesmo que possuir uma “Ferrari” sem ter CNH.

O “não se aparte de sua boca” não quer dizer que o crente não pode falar sobre outros assuntos no decorrer da sua vida. Sim! Estou abordando esse assunto por que existem alguns “crentes” que demoniza qualquer outro assunto que não esteja voltado para a Bíblia Sagrada, e não é bem assim que “a coisa funciona”. O que o Senhor está aconselhando é que o nosso modo de falar, que nossas palavras, estejam fielmente em perfeita harmonia com a Sagrada Escritura. “Não se aparte” é não trocar o que está escrito pelo que comentário do que está escrito; é não falar além e nem subtrair o que está escrito. O obreiro que maneja bem a Palavra de Deus não lança mão de recursos que mais se assemelham a fábulas e contos de fadas recheados de fantasias. Muito pelo contrário, ele tem a sua Bíblia como única fonte de uma mensagem salutar e edificante para o rebanho do Senhor.

Nenhum obreiro terá seu ministério bem-sucedido se não meditar dia e noite na Palavra de Deus. A Bíblia Sagrada não é um objeto para se expor, ela é uma ferramenta de trabalho, deve ser manuseada incansável e incessantemente. Conhece-se o obreiro próspero no seu ministério pela Bíblia que ele usa.

Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina

O obreiro tem que ter a Palavra de Deus como parâmetro para dirimir qualquer dúvida. Ele tem que crer com toda convicção de que ela é a Palavra de Deus e, não se posicionar como eco ou reflexo do que outros pensam a respeito dela. Encerro com a seguinte pergunta: – Por que você crê que a Bíblia é a Palavra de Deus?

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Comentário Bíblico do Antigo Testamento – W. W. Wiersbe

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.