O homem é um ser espiritual.

Atos 17: 22
 “E, estando Paulo no meio do Areópago, disse: Varões atenienses, em tudo vos vejo um tanto supersticiosos”.

Indiscutivelmente, todo homem crê em alguma coisa. Ateu de fato, é difícil acreditar que possa existir algum. Embora o ateísmo seja enfático em afirma que não existem deuses ou que, pelo menos, dos deuses que se fala na história, nenhum deles podem ter sua existência comprovada por fatos, inclusive, o Deus ÚNICO e TODO-PODEROSO, o seu conceito não encontra estribo para expandir de forma global, pois, querendo ou não, todo ser humano tem, em si, por mínimo que seja uma natureza espiritual. Aquele que se diz ateu, afirma não haver Deus, mas, a sua fé o leva a crer em alguma coisa, desta forma, o ateu não crê em Deus, mas põe sua fé em outra coisa. Devemos ter o cuidado de não confundir o ateísmo com o agnosticismo, pois este diz que ninguém pode provar que Deus existe, enquanto aquele diz não existir Deus.

Não quero perder tempo em discorrer sobre algo que não possui fundamento de espécie alguma, pois, pelo simples fato de o ser humano ser uma criatura completamente finita e limitada, nenhum homem tem o conhecimento pleno de todas as coisas para afirmar que não há Deus. Sim! A única forma de afirmar a não existência de Deus é conhecendo toda a complexidade de todos os seres viventes; é conhecendo milimetricamente toda a vastidão do universo; é, por fim, conhecendo a origem, propósito e destino de tudo, absolutamente tudo, o que existe e, o ÚNICO Ser capaz de conhecer todas estas coisas é Deus. Sendo assim, se o único ser com condições de resolver todas essas questões é Deus, como Ele poderia negar a própria existência?

O que Paulo está afirmando no seu discurso no Areópago é que todo homem tem, por natureza, uma “natureza” espiritual, ainda que esta não esteja voltada para a religiosidade, sem dúvida alguma, estará inclinada ao misticismo, mas que, invariavelmente, o homem acredita em alguma coisa. O homem acredita no que conhece, bem como no que não conhece.

O conhecimento da existência de Deus não depende de fatos para sustentá-lo, ele é algo inerente em cada ser humano, pois, o homem não é um produto da natureza, antes e melhor, ele é obra da livre e soberana vontade de Deus, o homem é o único ser criado que reflete alguns dos atributos do Senhor. Atributos que foram impressos na substancia imaterial do ser humano – alma/ espírito, e que, os quais, “constrangem” o homem a crer na existência de Deus. Qualquer criança que consegue se expressar pela razão, mesmo não tendo nenhum conhecimento teológico, filosófico ou cientifico diz que Deus existe. Diante disto, digo que o ateu não pode convencer a si mesmo da sua fé, quanto mais influenciar alguém.

Nossa existência, sentimentos, relacionamentos e, até mesmo, as situações difíceis que enfrentamos são evidências concretas que nos convencem da existência de um Deus que está em imanência com a sua obra.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.