Eva é enganada por Satanás.

I Timóteo 2: 14
 “E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão”.

Antes de qualquer coisa, é bom deixar bem esclarecido que o texto acima – um trecho da carta primeira carta que Paulo escreveu a Timóteo – não está eximindo Adão da sua culpa. Como o cabeça da humanidade, inclusive de Eva, pois Eva foi feita a partir dele, Adão estava responsabilizado pela boa conduta de todos os seres humanos diante de Deus, pois foi a ele quem o Senhor “ditou” as regras do jardim do Éden. Preceitos que deveriam ser transmitidos com veemência aos seus descendentes.

Uma pergunta perturba a muitas pessoas: Onde estava Adão quando Eva foi tentada?
Partamos do princípio de que Adão foi posto no jardim para trabalhar e o guardar. Sem dúvidas o “trabalhar” aqui aponta para a manutenção “impecável” do ambiente. Não acredito que houvesse no jardim as ervas daninhas, no entanto, ainda que num jardim não haja ervas daninhas, sem duvida alguma ele precisa ser limpo, podado e adubado. Uma outra questão que incomoda outras pessoas, é a fato de Adão ter que guardar o jardim, afinal de contas, guardar do que?

Indiscutivelmente, estamos seguros de que dentro do limites do jardim do Éden, o jardim de Deus, não havia nada que oferecesse perigo ao casal. É assunto resolvido que as arvores mencionadas por Deus, as quais o casal devia evitar, por si mesmas, não ofereciam nenhum risco a eles. O problema não estava nas arvores, antes, estava no homem. Ora, se dentro dos limites do jardim não havia nada, absolutamente nada, que oferecesse qualquer tipo de dano ao casal, do que Adão tinha que o guardar? Os perigos não eram internos, mas externos.

Ao fim do sexto dia, o Senhor olhou toda a Sua obra e concluiu que estava muito bom, diante disto, é inaceitável qualquer especulação quanto ao tipo de relacionamento que Adão tinha com Eva. Indubitavelmente, o casamento era perfeito enquanto estiveram no jardim e, por isso, havia entre eles: parceria, diálogo, companheirismo, comprometimento, amizade, cumplicidade, sinceridade e, muito amor. Contudo, em algum momento, Eva estava no lugar errado, na hora errada e na condição errada – estava isolada (sozinha, desacompanhada) do seu marido.

Acredito que, e me posiciono desta forma por causa do silêncio da Bíblia, tendo Eva consciência do que estava acontecendo, ela tenha se calado sobre este assunto com Adão. Eva ainda estava no primeiro estágio da tentação que é a curiosidade. É nesse estágio que nós ainda nos sentimos seguros e, por causa desta falsa segurança, nós temos a inteira convicção de que não passará disto. Não creio que ela quis, deliberadamente, esconder isso de Adão, mas, por que era uma coisa “insignificante” e ela preferiu não incomodar seu marido com um assunto banal. Porém, a banalidade evoluiu para a fatalidade e, tudo isso aconteceu por que Eva julgou que poderia lidar com a situação sozinha.

Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derriba-a com as suas mãos

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.