Adão, o responsável pela queda.

Romanos 5: 12
 “Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram”.

Quando o Senhor outorgou a Adão “poderes” sobre a criação, associado a esses poderes estava, também, a responsabilidade, sendo assim, o “crescer, frutificar e encher a terra” tem uma implicação muito maior do que a de simplesmente procriar. Com este ato, Deus estava nomeando Adão como o representante potencialmente qualificado para responder pelas questões morais e espirituais de seus descendentes, bem como, estava nomeado para nos representar juridicamente, por isso, fomos afetados pelo seu erro.

O tentador veio do mundo dos espíritos com a sugestão de que o homem, colocando-se em oposição a Deus, poderia tornar-se semelhante a Deus. Adão se rendeu à tentação e cometeu o primeiro pecado, comendo do fruto proibido. Mas a coisa não parou aí, pois com esse primeiro pecado Adão passou a ser escravo do pecado. Esse pecado trouxe consigo corrupção permanente, corrupção que, dada a solidariedade da raça humana, teria efeito, não somente sobre Adão, mas também sobre todos os seus descendentes. Como resultado da Queda, o pai da raça só pôde transmitir uma natureza depravada aos pósteros. Dessa fonte não santa o pecado flui numa corrente impura passando para todas as gerações de homens, corrompendo tudo e todos com que entra em contato” (Louis Berkhof)

Como informamos anteriormente, toda a responsabilidade do pecado recai sobre Adão por que ele era o único representante de toda a humanidade, inclusive de Eva.

No artigo anterior, dissemos que, possivelmente, Eva tenha ficado calada durante o processo da tentação, só revelou ao seu marido o que estava acontecendo, quando já tinha acontecido. Quando tomou conhecimento dos fatos, em vez de repreender sua mulher, Adão participou do erro. Ele se conformou com o comportamento de Eva. Satanás usou a serpente para enganar Eva e usou Eva para enganar Adão, infundiu na mente de ambos que Deus estava violando os direitos básicos que lhes tinha concedido.

O primeiro passo de Satanás em sua tentação foi semear as sementes da dúvida pondo em questão as “boas intenções” de Deus e insinuando que Sua ordem era realmente uma violação da liberdade e dos direitos do homem. Percebendo, pela reação de Eva, que a semente tinha criado raiz, acrescenta as sementes da descrença e do orgulho, negando que a transgressão resultaria na morte e dando a entender claramente que a ordem divina tinha como objetivo de manter o homem em sujeição. Satanás assegura que, ao comer da árvore, o homem passaria a ser como Deus. O problema de Adão foi deixar-se seduzir pelo desejo de ser como Deus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Teologia Sistemática – Louis Berkhof

Compartilhar

One thought on “Adão, o responsável pela queda.

  • 14 de fevereiro de 2020 em 10:00
    Permalink

    Gostei essas informações é muito bom didático TEOLÓGICA para o nosso enriquecimento

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.