Deus exige a perfeição de seus filhos.

Gênesis 17: 1
 “Sendo, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos, apareceu o Senhor a Abrão e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda em minha presença e sê perfeito

Deus manifesta Seu amor pelos homens de diversas maneiras e, isso pode ser verificado pela provisão e sustento diário dispensado a todos os que se esforçam para andar em obediência à Sua voz. Satanás sendo conhecedor deste amor de Deus pelos homens sempre investiu todas as suas forças para quebrar – romper – a comunhão entre o homem e Deus. A princípio, Satanás tentou acusar Deus de subornar os homens com Suas bênçãos para que pudesse receber adoração, como foi no caso de Jó, mas agora parece que ele (Satanás) mudou de estratégia – ele faz com que as pessoas creiam que Deus tem a obrigação moral de abençoa-las, afinal, qual o pai que deixaria seus filhos padecerem necessidades?

De todas as coisas que o nosso Deus exige dos que andam com temor diante da Sua face, nenhuma delas está acima daquilo que, sendo o nosso Deus conhecedor, não podemos realizar. Deus jamais exigiu ou exigirá dos seus servos alguma coisa que seja inatingível. Tudo quanto Ele estabelece como parâmetro, Ele o faz sabendo que o homem é limitado e fraco. Fundamentado neste princípio, nos deparamos com a lei da semeadura – tudo o que plantamos será exatamente o que colheremos. Essa lei pode, muito bem, ser aplicada no que diz respeito à nossa devoção, fidelidade e submissão a Deus.

Anda em minha presença”, está, implicitamente, estabelecendo um parâmetro de conduta.  Ainda que não esteja explicitamente declarado qual o tipo de comportamento que o homem que anda diante da presença de Deus deve ter, porém, aquele que conhece Deus intimamente, tem plena consciência daquilo que agrada ou desagrada a Deus.

Anda em minha presença” implica em ser muito mais do que um simples manequim de igreja (manequim de igreja são aquelas pessoas que andam trajadas com todo rigor conforme os costumes e tradições da igreja que frequenta). Existem muitas pessoas assim – por fora são excelentes crentes, mas intimamente não devem nada aos ímpios. Embora eu seja um crente tradicional, todavia, não consigo acreditar que alguém possa ser punido por Deus por causa da sua maneira de vestir (por favor, não me entendam mal, estou falando de pessoas que se vestem com decência). Nunca encontrei na Bíblia qualquer versículo ou palavra que proíba certos tipos de roupas para mulheres tipo uma blusa sem manga ou uma saia-calça. Não quero levantar questão com esse assunto, só quero que entendam que não é para o que estamos vestindo que Deus está olhando.

Andar na presença de Deus é conduzir nossa vida, em todos os aspectos, de maneira irrepreensível, ou seja, devemos nos esforçar ao máximo para não dar motivos a ninguém, e não somente ao diabo, de apontar o dedo para nós e, acima de tudo isso, agradar o nosso Deus em todas as coisas.

Deus não pediu o impossível para Abraão – “sê perfeito”. O que o nosso Senhor pediu a Abraão, foi que, em todas as coisas, Abraão estive o mais próximo possível da perfeição. Isso exige esforço em obedecer e ser submisso a Deus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.