O altar na vida de Josué.

Josué 8: 30
 “Então, Josué edificou um altar ao Senhor, Deus de Israel, no monte de Ebal”.

Como é extraordinário quando deixamos o conhecimento de Deus ter livre acesso à nossa mente e coração. E isso é imprescindível para nosso desenvolvimento espiritual, pois, embora dificilmente admitamos, muitos dos nossos conceitos teológicos estão em disparidade com a sã doutrina da Palavra de Deus. Por exemplo, sabemos, porque fomos ensinados desta forma, que o monte Ebal é o monte da maldição, todavia, isso não significa que ele é um monte amaldiçoado. O que a Bíblia diz é que do monte Ebal foram proferidas as maldições sobre todos os que infringissem a Lei divina. A distinção entre o que se fazia nos montes Gerizin e Ebal revelava se o povo estava andando conforme o concerto que tinham com Deus.

Precisamos despertar da “dormência” em que se encontra o “cristianismo” nesses últimos dias. O que estão expondo por aí, como sendo cristianismo, não passa de um placebo religioso onde nada é exigido dos que o adotam como estilo de vida. Em alguns casos, é um cristianismo que instiga os cristãos a agirem como semideuses; induzindo-os a se comportarem como se fossem iguais a Deus. Em outros casos, é um cristianismo assegurando aos cristãos que Deus está encarregado de todos os problemas, ansiedades e necessidades dos seus filhos, desta forma, os filhos, então, sem que nenhuma responsabilidade lhes pese sobre os ombros, aguardam desveladamente o derramar das bênçãos. Todavia, o que as sãs doutrinas da Palavra de Deus nos informam de maneira categórica é que, independentemente de qual monte fossem proferidas as palavras, o homem deve estar ciente de que aquilo que está chegando aos seus ouvidos, como sendo a Palavra de Deus, está condicionado à forma como se tem comportado diante Deus e do mundo – benção para os que cumprem e obedecem a Palavra de Deus e maldição para os que a rejeitam.

Quero te chamar a atenção para um fato muito importante, e que, talvez, nunca te explicaram com clareza. Quando a maldição é predita, ela não está amaldiçoando o ouvinte, muito pelo contrário, ela está alertando o ouvinte a que torne do seu mau caminho e ande na presença de Deus. Como sempre temos falado, nosso Deus, antes que Seu cálice transborde, dá todas as oportunidades ao homem – “Porque o Senhor não rejeitará para sempre”. Da mesma forma são as bênçãos. Quando o Senhor diz que vai abençoar, em hipótese alguma podemos julgar que Ele fará isso de forma indiscriminada, a benção de Deus está condicionada à forma como temos obedecido à Sua Palavra.

Josué é um ótimo exemplo para nós de um servo obediente. O Senhor tinha lhe dito para estender a mão sobre a cidade, pois estaria entregando-a em suas mãos. Josué ergueu sua mão e só baixou quando viu o cumprimento da Palavra de Deus em sua vida. Entendes o que leu? Vai, faze o mesmo e viva prosperamente diante de Deus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “O altar na vida de Josué.

  • 15 de julho de 2020 em 08:09
    Permalink

    A paz do Senhor Jesus
    Glórias a Deus, que honra servir a esse Deus

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.