Conversão é o despojamento do velho homem.

Efésios 4: 20-24
 “Mas vós não aprendestes assim a Cristo, se é que o tendes ouvido e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus, que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso sentido, e vos revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade”.

Conforme dissemos no artigo anterior a conversão (não confundir com regeneração) envolve todo o ser do crente. É terminantemente impossível que haja uma conversão parcial – ou estamos convertidos ou não estamos. A expressão “crente carnal” foi criada para tranquilizar aqueles que ainda não estão convertidos. Nas “entrelinhas” essa expressão quer dizer que uma pessoa pode ser considerada salva mesmo vivendo de maneira totalmente contrária ao que preconiza a Palavra de Deus – “Maldito o que não conserva as palavras desta lei e não a cumpre! E todo o povo dirá: Amém!”

Queremos voltar num assunto muito próprio para este estudo – usos e costumes – regras criadas pelas denominações e que, a grande maioria delas, não está em conformidade com a Bíblia Sagrada. Evidentemente que estar santificado em todo o modo de viver engloba vestimentas, ornamentos, comportamentos, etc., etc., etc. …, mas, o que desejamos que as pessoas entendam é que a santificação, neste aspecto, seja uma obra originada pelo Espírito Santo de Deus e não pelo fato de ser uma imposição da denominação que frequenta.

É muito comum ouvirmos alguém testemunhando que foi reconhecida como servo de Deus pelo simples fato das características externas. Isso não é reprovável de forma alguma! Até certo ponto é louvável, mas não podemos nos sentir convertidos por causa disto. Quantos que não são crentes e se vestem de forma decorosa? Quantas pessoas nós conhecemos que ainda não são servos de Deus, mas que não proferem palavrões de espécie alguma? Quantas pessoas nós conhecemos que por causa da maneira como se portam na sociedade são confundidas com crentes? As características externas de uma pessoa, É UMA DAS FORMAS de evidenciar a conversão, mas não é taxativa quanto a isso.

O crente só pode dizer que está convertido quando sua mente, desejos e sentimentos estão em conformidade com os padrões divinos. Não estamos falando de alguém ser igual a Deus, mas em cumprir o que é exigido de nós. Mas alguém pode dizer que isso é impossível e, realmente é, mas por isso nem vamos tentar?

A conversão só é possível quando aliamos o nosso desejo de estar convertido com a vontade de Deus de que sejamos convertidos. Sozinhos, isto é, por nós mesmos, não conseguimos alcançar o padrão que Deus espera. Sozinhos, isto é, em nós mesmos, não há força e poder suficientes para realizarmos o que nos é imposto na Sagrada Escritura. – “Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça. Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra”.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

2 thoughts on “Conversão é o despojamento do velho homem.

  • 13 de outubro de 2021 em 08:24
    Permalink

    A paz do Senhor pastor !
    Regeneração e conversão são diferentes ?

    Resposta
    • 13 de outubro de 2021 em 11:46
      Permalink

      Graça e Paz meu amado irmão.
      A regeneração é o novo nascimento do qual Jesus instrui a Nicodemos. Nesta caso, só é convertido quem está regenerado.
      A conversão implica numa mudança radical do modo de viver – “Aquele que furtava não furte mais; antes, trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem”.
      Espero ter ajudado na sua duvida. Caso contrário, entre em contato pelo whatsapp.
      Deus te abençoe.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.