O poder do Espírito faz a Palavra de Deus crescer.

Atos 19: 20
 “Assim, a palavra do Senhor crescia poderosamente e prevalecia”.

É de suma importância querido (a) leitor (a) que você se inteire de todo o assunto que levou Lucas, inspirado pelo Espírito Santo a escrever esse versículo (v. 20), pois, somente depois disto é que podemos compreender o que faz a obra do Senhor prosperar em nossas mãos. Durante a sua leitura, não interprete a Sagrada Escritura apenas como uma narrativa histórica, mas, melhor que isso, materialize o texto bíblico e procure vê-lo nos dias em que estamos vivendo sem forçar a interpretação. A Palavra de Deus não foi escrita somente para nos fazer conhecer a história, ela é nosso “prumo” e nossa “linha” para que, assim como numa construção de uma parede, a obra possa ser conduzida com perfeição e dentro do parâmetro estabelecido por Deus.

No versículo 6 do capítulo 18, depois de tentar, inutilmente, pregar para os judeus que Jesus era o Cristo, Paulo, então, começa de fato seu ministério de pregador dos gentios. E, quando fazemos a sugestão de transportar os acontecimentos narrados na Bíblia para os dias de hoje, é porque eles têm tudo a ver com o que estamos vivendo nesta última geração. Parece uma sandice o que vamos escrever, mas, o que passaremos a escrever é a impressão que temos diante do comportamento de algumas pessoas que estão convivendo conosco dentro das igrejas.

Já temos escrito por algum tempo que os judeus rejeitaram o evangelho porque não entenderam o que Cristo tinha realizado na cruz. A morte de Jesus na cruz, para os judeus, representava o cumprimento da lei mosaica, porém, no sentido literal da lei, ou seja, a crucificação de Jesus era em razão da sua conduta rebelde em relação à lei mosaica – o maldito (o rebelde) deveria ser posto no madeiro. Os judeus tinha pleno conhecimento de que o Messias seria enviado, mas o que eles não esperavam era que o redentor prometido por Deus para redimi-los, e à sociedade, estabelecendo uma nova ordem social de paz, de justiça e de liberdade fizesse isso pregando uma mensagem de amor e incluindo os “inimigos” nessa redenção. O que eles queriam era um líder, capaz de propiciar um estado ou condição desejável numa sociedade; reformador social para esta vida.

Da mesma forma, muitos crentes, em nosso meio, se recusam a aceitar o evangelho que revela sua verdadeira condição diante de Deus; estão fiados em sua religiosidade porque pertencem a uma denominação histórica. O Senhor diz em Sua Palavra que nem todos que descenderam de Abraão era, de fato, filho dele; o Senhor diz, em Sua Palavra, que nem todos que estão em Israel são de fato israelitas; o Senhor diz, em Sua Palavra, que nem todos os que estão na igreja são de fato crentes – “E ele (Jesus), respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço”.

Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus”, neste caso, a ordem do Senhor não tem o sentido de que devemos nos rebaixar, não é isso que o Senhor quer, antes, o que Ele deseja é que estejamos sujeitos ao Seu senhorio.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “O poder do Espírito faz a Palavra de Deus crescer.

  • 6 de novembro de 2021 em 08:02
    Permalink

    Glória a Deus muito bom este comentário me enriqueceu muito

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.