A promessa do Espírito Santo e da vinda de nosso Senhor.

Atos 1: 8 e11
 “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terraVarões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir”.

O poder do Espírito Santo não é limitado a uma força superior ao que é considerado comum. Tal poder envolve coragem, ousadia, confiança, perspicácia, habilidade e autoridade. Os discípulos precisariam de todas estas qualidades para cumprir sua missão. Se você crer em Jesus Cristo como seu Salvador, poderá experimentar o poder do Espirito Santo em sua vida. O batismo no Espírito Santo destina-se àqueles cujos corações pertencem a Deus por terem abandonado seus maus caminhos, e é mantido mediante a mesma dedicação sincera a Cristo. Ora, se o Espírito Santo realmente estiver operando em nós plenamente, viveremos em maior conformidade com a santidade de Cristo.

O batismo no Espírito Santo é um ato e um processo que obedecem uma progressão: recebemos o Espirito Santo; que nos dá poder; a fim de que possamos testemunhar e alcançar resultados extraordinários. Geralmente, queremos inverter a ordem e testemunhar por nosso poder e nossa autoridade. O testemunho não é a exibição do que podemos fazer por Deus. É a prova e o testemunho do que Deus fez por nós.

A História não é uma mera casualidade nem um conjunto de acontecimentos cíclicos; move-se em direção a um ponto específico: o retorno de Jesus Cristo, para julgar e governar a terra. Devemos estar prontos para seu retorno súbito, não andando a esmo, olhando para o céu, e sim, trabalhando arduamente para compartilhar as Boas Novas de forma que outros também possam tornar-se participantes das grandes bênçãos de Deus.

No evangelho que escreveu, Lucas falou brevemente da ascensão de Jesus – “E aconteceu que, abençoando-os ele, se apartou deles e foi elevado ao céu”, e agora ele fornece um relato um pouco mais completo. Foi importante para os discípulos ver a ascensão de Jesus ao céu. Dessa forma acreditaram, sem duvida, que Ele é Deus e que seu lar é o céu. Ao descrever que “uma nuvem o recebeu” faz lembrar a presença de Deus descrita como uma nuvem em outros registros da Bíblia Sagrada. Assim. Jesus foi recebido pelo Pai em cumprimento de suas palavras. A ascensão ocorreu no monte das Oliveiras, fora de Jerusalém – “Então, voltaram para Jerusalém, do monte chamado das Oliveiras, o qual está perto de Jerusalém, à distância do caminho de um sábado”. A volta de Jesus será assim como Ele partiu – corporal e visível.

Queremos aproveitar a data e a oportunidade para desejar a todos um FELIZ NATAL!
Que o verdadeiro “espírito natalino”, que não é o de dar e receber presentes, mas o de compartilhar fraternalmente as bênçãos que, no decorrer deste ano, o Senhor derramou sobre nossas vidas, transborde em nosso ser.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal.
– Bíblia de Estudo Pentecostal.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.