O Espírito Santo manteve a revelação divina incorruptível.

João 14: 17
 “O Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós”.

Quando nos inteiramos do assunto que trata sobre a inerrância da Bíblia, passamos a entender que a Bíblia é totalmente verdadeira e confiável em tudo o que afirma em seus manuscritos originais. Dizer que a Bíblia é inerrante é outra maneira de dizer que ela não afirma nada que seja contrário aos fatos. Ora, se Deus é o autor último da Bíblia, e visto que Ele é sempre perfeitamente verdadeiro, segue-se que sua Palavra é também completamente verdadeira, pois, está escrito que Deus não pode mentir. Seria contrário ao seu caráter afirmar qualquer coisa falsa. Entendamos, porém, que inerrância não quer dizer que haverá precisão cientifica ou geográfica em tudo que está escrito.

Aceitar a Bíblia como sendo a Palavra de Deus revelada aos homens na forma escrita e crer em todo o seu conteúdo como sendo divinamente inspirado por Deus, não é algo que o homem decide por si mesmo. Somente pela operação do Espirito Santo em nós é que podemos aceitar estes fatos.

Ainda que por muito estudarmos a Bíblia Sagrada e, com isso, chegarmos a um profundo conhecimento de Deus, todavia, isso não quer dizer que vamos compreende-Lo. A Bíblia é muito clara em dizer que Deus é, em ultima análise, incompreensível para nós, isto é, jamais poderemos compreender plenamente tudo o que Deus é. O salmista assegura que – “Grande é o Senhor e muito digno de louvor; e a sua grandeza, inescrutável”; Jó afirmou que – “Eis que isto são apenas as orlas dos seus caminhos; e quão pouco é o que temos ouvido dele! Quem, pois, entenderia o trovão do seu poder?”; Isaías escreveu sobre o que o próprio Senhor lhe dissera de Si mesmo – “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos”.

Diante disto, não nos resta outra opção, se não a de concordar que o Senhor é, como um todo, incompreensível. Sabemos muito sobre Seus atributos, grandeza, poder, pensamentos, caminhos, sabedoria e juízos, mas, daí, pressupormos que podemos compreender todos os Seus atos, é presunção. Jamais poderemos saber tudo o que há para saber acerca de Deus, e jamais poderemos saber tudo o que há para saber até mesmo sobre um único aspecto do caráter ou obra de Deus.

Visto que Deus não pode ser conhecido totalmente, aqueles que isso deseja, devem ser extremamente humildes neste processo e suplicarem sempre o auxilio do Espirito Santo nesta tarefa. Além disso, nunca se esquecer de que sempre há algo mais para ser conhecido.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo NAA

Compartilhar

One thought on “O Espírito Santo manteve a revelação divina incorruptível.

  • 12 de janeiro de 2022 em 22:26
    Permalink

    Amém!
    Louvado seja o Santo nome do Senhor DEUS criador dos céus e da terra.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.