O Reino de Deus não consiste só em palavras, mas em virtude.

1 Coríntios 4:20
 “Porque o Reino de Deus não consiste em palavras, mas em virtude”.

Algumas pessoas falam muito sobre a fé, mas isso é tudo o que fazem — falar. Essas pessoas podem conhecer todas as palavras certas a dizer, mas sua vida não reflete o poder de Deus. Paulo diz que o Reino de Deus deve ser vivido, e não apenas discutido. Existe uma grande diferença entre conhecer as palavras certas e viver de acordo com elas. Não fique contente por ter as respostas corretas a respeito de Cristo. Deixe sua vida mostrar que o poder de Deus está realmente operando em você.

O Reino de Deus é, antes de tudo, uma demonstração do poder divino em ação. Deus inicia seu domínio espiritual na terra, nos corações do seu povo e no meio deste. Ele entra no mundo com poder – “Jesus respondeu e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”. Ou seja, o poder de Deu será visivelmente manifesto na vida daqueles que vivem neste mundo como cidadãos do Céu (Reino de Deus). Não se trata de poder no sentido material ou político, e sim, espiritual.

O Reino de Deus não é uma expansão de terra cuja administração está voltada para uma teocracia religião-política; o Reino de Deus não está vinculado ao domínio social ou político sobre as nações ou reinos deste mundo – “Respondeu Jesus: O meu Reino não é deste mundo; se o meu Reino fosse deste mundo, lutariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas, agora, o meu Reino não é daqui”. Deus não pretende atualmente redimir e reformar o mundo através de ativismo social ou político, da força, ou de ação violenta.

Quando Deus se manifesta com poder sobre o mundo, o mundo entra em crise. O império do diabo fica totalmente alarmado – “E estava na sinagoga deles um homem com um espírito imundo, o qual exclamou, dizendo: Ah! Que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus”.

A condição necessária e fundamental para se entrar no reino de Deus é: “Arrependei-vos e crede no evangelho”. O fato de Deus irromper no mundo com poder demonstra o Seu poder divino sobre o governo e domínio de Satanás; evidencia que a chegada do reino é o começo da destruição do domínio de Satanás e do livramento da humanidade das forças demoníacas e do pecado – “Para lhes abrires os olhos e das trevas os converteres à luze do poder de Satanás a Deus, a fim de que recebam a remissão dos pecados e sorte entre os santificados pela fé em mim”.

Uma evidência máxima de que a pessoa está vivendo o reino de Deus é viver uma vida de “justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo”. O reino de Deus tem um aspecto tanto presente como futuro. É uma realidade presente no mundo hoje, mas o governo e o poder de Deus não predominam plenamente em todos e em tudo.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal (pág. 1412, extraído e adaptado)
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.