A relação sexual na esfera do casamento.

Mateus 19:5
 “[…] e disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher, e serão dois numa só carne?”

Todo ensino bíblico põe a disposição dos homens, apenas duas opções de escolha, ou seja, em todas as esferas de nossa vida, nenhuma delas oferece múltipla escolha – temos apenas duas opções. Quando Jesus falou sobre os dois caminhos – “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem”, devemos entender que a opção de caminhada é apenas em um deles, não há como caminhar com um pé em um e outro pé no outro caminho. Há um abismo intransponível entre ambos.

Estamos constantemente inclinados a obedecer, estritamente, o que está escrito na Bíblia, todavia, não nos satisfazemos com as interpretações, tem que estar escrito literalmente. Por exemplo, a questão de fumar ou ingerir bebida alcoólica, muitos crentes acham que essas praticas não violam a santidade; não profanam o “templo” do Espírito Santo – nosso corpo – pois, essas proibições não estão declaradas de forma literal na Palavra de Deus. Da mesma forma, o assunto concernente à prática sexual entre casais evangélicos é visto como controverso por muitos.

Mas, o que, de fato, a Bíblia diz sobre o sexo entre marido e mulher? O erro que muitos estudiosos cometem ao desejarem abordar esse assunto com base bíblica, é que ao examinarem a Escritura a procura do que ele diz sobre sexo, só vão encontrar o termo, no seu original grego ‘porneia’, num contexto de imoralidade sexual. Neste sentido, o que a Bíblia vai dizer sobre o sexo estará sempre na sua forma negativa, proibitiva e coberta de pudor.

O estudioso cauteloso e orientado pelo Espírito Santo, verá que a Bíblia trata deste assunto com maior profundidade, a fim de ensinar os filhos de Deus a viverem de forma plena neste mundo. O sexo, diz claramente a Bíblia, foi criado e abençoado por Deus – “E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra”. Ora, a única forma conhecida de frutificar e multiplicar naturalmente é através do sexo. Evidentemente, que a banalização deste benefício que Deus concedeu aos casais (casados) conduz alguns crentes a desonrar Deus em suas relações sexuais.

Este é o tipo de assunto cujo tabu deve ser quebrado e, abordado com sabedoria numa classe de adultos casados. Muitos são os crentes que, por ignorância bíblica, vivem infelizes em seus casamentos, porque em suas relações sexuais adotam práticas que são abomináveis e reprovadas por Deus. Não obstante a Bíblia nos diga que tudo nos é lícito, porém, nem tudo o que é praticado, por ser lícito, traz edificação espiritual.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal.
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.