Uma única oferta santificou aos que creem.

Hebreus 10: 14
Porque, com uma só oblação, aperfeiçoou para sempre os que são santificados

O homem é o único ser criado por Deus que possui espírito, alma e corpo (tricotômico), todos os outros seres, sem exceção alguma, só possuem alma e corpo. Não existe céu para cães, gatos, calopsitas, periquitos ou outro animal qualquer de estimação, quando seu animalzinho morrer, a história dele terá se findado definitivamente. Não espere encontra-lo no céu, pois ele não estará lá. Claro, não estou dizendo que no céu não haverá animais, estou dizendo que os que vivem aqui, encerrarão a sua história aqui mesmo. Não há nada nos animais que os assemelha a Deus.

Muitos crentes fazem uma confusão absurda a respeito da tricotomia do homem, não conseguem fazer distinção de espírito e alma e, isso se deve a falta de ensino ou ensino ineficiente. O homem possui um corpo físico no qual agora habita, mas não é um animal. Ele é muito mais do que mente e corpo. O homem é um espírito, ele possui uma alma, e ele habita num corpo. Isto nos diferencia dos animais.

Mas, de onde veio o espírito do homem? Deus é Espírito, e assim, Ele tomou algo de Si, do Espírito, e colocou no homem. No momento em que ele assim o fez, o homem se tornou alma vivente. O homem passou a ter autoconsciência.

Os animais têm alma porque a alma é composta por intelecto, vontade e emoções. Os animais têm certos atributos intelectuais, emocionais e volitivos, no entanto, tais atributos são baseados em sua parte física, e assim, quando morrem fisicamente, deixam de existir. Mas a nossa alma — nossos atributos emocionais, intelectuais e volitivos — não estão baseados no âmbito físico, mas no espiritual, pois quando o corpo está morto, esses atributos permanecem.

Para fazeres o teu ouvido atento à sabedoria; e inclinares o teu coração ao entendimento” “Pois quando a sabedoria entrar no teu coração, e o conhecimento for agradável à tua alma
E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração

Quando a Bíblia nos adverte a crer com o coração, ela não está fazendo alusão ao órgão central do aparelho circulatório humano que bombeia sangue para todo nosso corpo, se refere ao espirito humano, que é o próprio centro da existência humana. Fomos feitos a semelhança de Deus e, isso nos dá o privilégio de pertencer a mesma classe dEle, com isso, estamos condicionados a prestar-Lhe adoração em espírito e em verdade. O espírito do homem não é sua mente, pois a mente faz parte da nossa alma. A alma é composta de vontade, mente (intelecto) e emoções.

Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito (humano) e em verdade

O Espírito Santo habita nos salvos por causa do espírito (fôlego de vida) que Deus deu ao homem. O Espírito Santo habita em nós por causa do nosso espírito, e Ele, o Espírito Santo, não precisa adorar a Deus, pois Ele é o próprio Deus. Não existe a mínima possibilidade de adorarmos a Deus com o nosso corpo ou mente.

Para finalizar, entenda uma coisa: quando ouvimos a Palavra de Deus, e ela penetra em nós provocando um sentimento de contrição, isso não é ocasionado pelo nosso intelecto, não raciocinamos e concluímos que deveríamos chorar, mas o nosso espírito ao receber a mensagem de Deus, promove em nós, um profundo sentimento de gratidão nos levando ao choro, por que temos plena consciência do que Deus fez por nós, ainda que, não merecíamos.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.