Sabedoria divina para executar a obra.

Êxodo 36: 1-3, 8
Assim, trabalharam Bezalel, e Aoliabe, e todo homem sábio de coração a quem o SENHOR dera sabedoria e inteligência, para saberem como haviam de fazer toda obra para o serviço do santuário, conforme tudo o que o SENHOR tinha ordenado. Porque Moisés chamara a Bezalel, e a Aoliabe, e a todo homem sábio de coração em cujo coração o SENHOR tinha dado sabedoria, isto é, a todo aquele a quem o seu coração movera que se chegasse à obra para fazê-la. Tomaram, pois, de diante de Moisés toda oferta alçada que trouxeram os filhos de Israel para a obra do serviço do santuário, para fazê-la; e, ainda, eles lhe traziam cada manhã oferta voluntária. … Assim, todo sábio de coração, entre os que faziam a obra, fez o tabernáculo de dez cortinas, de linho fino torcido, e de pano azul, e de púrpura, e de carmesim, com querubins; da obra mais esmerada, as fez.”

O zelo que o Senhor tem com seu próprio Nome está evidenciado por toda a Bíblia. Muitas coisas, o Senhor faz, não por amor ao homem, mas pelo zelo que tem com o seu Nome – “Não é por amor de vós que eu faço isto, diz o Senhor DEUS; notório vos seja…”. Diante disto, não nos resta outra atitude, senão a de admitir que, por nós mesmos, nem o ofício na casa de Deus pode ser desempenhado pelo simples fato de deseja-lo.

Trabalhar na seara de Deus não requer diplomas ou certificados de capacitação profissional. Os muitos cursos de teologias, homiléticas, hermenêuticas e outros mais, que inundam a rede mundial de computadores, tem transtornado a cabeça de muitos homens e mulheres que, indubitavelmente, seriam grandes instrumentos nas mãos de Deus. Não estou dizendo que os cursos são desnecessários na vida do obreiro, mas, pela falta de uma fiscalização mais rigorosa, até a pessoa que não tem nenhuma instrução colegial se forma nestes cursos. O que estou dizendo é que quando há a capacitação de Deus na vida do obreiro, estes cursos são dispensáveis. Até onde sei, a mensagem do evangelho que penetra o coração do homem tem fundamento na revelação do Espírito Santo e, não na metódica do discurso. Não é o muito conhecimento que leva as pessoas ao entendimento das profecias, mas, aquilo que é falado pelo Espírito Santo.

Embora sempre existiram inúmeros trabalhadores na seara de Deus, temos na Bíblia uma advertência veemente sobre a capacitação deles. Ainda que sejam muitos, os que estão devidamente capacitados são poucos, por isso lemos – “Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros”. Na grande maioria das igrejas que entramos, independentemente de qual denominação seja, vemos inúmeros obreiros sentados ao púlpito ou pelos cantos da igreja sem nenhuma responsabilidade. Não consigo entender como uma pessoa aceita determinada função sem que seu coração esteja naquilo. Este é o primeiro e principal requisito para, a partir disto, Deus capacitar a pessoa a trabalhar na Sua seara.

Está declarado que só serão capacitados para a obra de Deus, aqueles cujo coração esteja voltado fielmente para o serviço. Deus não capacita quem não tem responsabilidade com o obra dEle. Estes são os que com extrema aflição buscam capacitação nos mais variados cursos que existem por aí.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “Sabedoria divina para executar a obra.

  • 9 de abril de 2019 em 07:48
    Permalink

    Homem de Deus, bom dia.
    Concordo com sua expressão, o próprio Deus, capacitar aquele que é escolhido.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.