O cristão tem a unção do Espírito.

II Coríntios 1: 21-22
Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus, o qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações”.

Como vimos no artigo anterior, o propósito da unção é capacitar a pessoa na obra de Deus, contudo, a unção não é um ato miraculoso. Ela, por si mesma, não pode transformar as pessoas em algo que elas nunca foram. A unção não conduz ninguém à conversão. A unção denota que algo ou alguém foi especialmente separado, com devida autoridade, para um propósito, um trabalho especifico diante de Deus, porém, jamais pode ser vista como uma “carta branca” concedendo ao “ungido” agir de forma arbitrária.

Quando se fala de Davi sendo um homem segundo o coração de Deus, isso é um fato incontestável, pois, desde a sua unção pelo profeta Samuel, o jovem pastor “foi mantido” no anonimato, em momento algum da história de Davi, o vemos questionar a Deus sobre a finalidade daquela unção, pois ninguém deu a ele uma estola sacerdotal, não o levaram para uma escola de profetas e, muito menos, lhe deram uma coroa. Como escrevemos acima, a unção não é um ato milagroso, aquele que recebe a unção precisa se aperfeiçoar para o ministério o qual foi ungido.

Você por um breve momento parou para pensar sobre a sua estadia neste mundo? Com que propósito Deus nos concedeu o privilegio de estar no mundo neste exato momento da história? É inadmissível pensar que estamos aqui apenas como coadjuvantes desta inebriante e extraordinária história, Sim! É impossível crer que a nossa passagem por aqui, não tenha nenhum propósito. Eu creio com toda convicção de que Deus nos colocou neste mundo para sermos protagonistas de muitas histórias, não somente a nossa história, mas, também daquela que envolve todos que estão ao nosso redor. A nossa breve estadia neste mundo não é sem propósito e, muito menos, sem destino. Pois bem, quando entendemos isso; quando começamos a enxergar o mundo com os “olhos de Deus”, então, compreendemos com que propósito fomos ungido.

As memoráveis vitórias alcançadas por Davi não se deu por sua astúcia ou perspicácia, não foi por um ótimo treinamento de guerra e muito menos foi em razão de suas armas serem mais poderosas e letais. O que levou Davi a alcançar vitórias extraordinárias foi a unção de Deus que estava sobre ele. A Palavra do Senhor nos diz que no momento em que Davi foi ungido, o Espírito do Senhor se apoderou dele e, foi tão somente isso que fez toda a diferença na sua vida – a unção de Deus e a presença do Espírito Santo.

Quem tem a unção de Deus na sua vida e a presença constante do Espírito Santo, não se dobra diante de situações embaraçosas nem se desanima diante de obstáculos, antes, a unção proporciona força, estratégia, qualificação e melhor compreensão dos propósitos de Deus em sua vida.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “O cristão tem a unção do Espírito.

  • 12 de novembro de 2019 em 08:10
    Permalink

    A paz do Senhor. Maravilhas de Deus, que forte palavra vinda do Trono de Deus. Grata Pr. Herivelton.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.