Um homem sincero, reto, temente a Deus e desviava-se do mal.

Jó 1: 1
 “Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e este era homem sincero, reto e temente a Deus; e desviava-se do mal”.

Como já havíamos dito anteriormente que o livro de Jó não é uma ficção literária, é indispensável dizer que Jó não é um personagem imaginário. Jó foi um homem real assim como foi real o seu sofrimento sem causa. Os riquíssimos detalhes que a Bíblia nos dá a respeito da sociedade, lugar, cultura e costumes de Jó e sua família, são provas contundentes de que os fatos, narrados na extraordinária história desse magnífico ser humano, foram acontecimentos reais. Na realidade, o que o Senhor quer nos mostrar nos contando essa inebriante história é que, por mais que o sofrimento pareça insuportável, Ele jamais nos deixará sofrer além do que podemos suportar.

Um fato impressionantíssimo está declarado nas entrelinhas do texto bíblico acerca de Jó – em nenhum momento, em toda a extensão do livro, nos é fornecida uma biografia de Jó, não há registro de nenhum de seus antecedentes. De Jó o que o Senhor quer que conheçamos é o seu caráter e não a sua genealogia. Para o nosso Deus, pouca ou nenhuma importância há no passado das pessoas desde que estejam vivendo sob o temor a Deus. Essa foi a vida de Jó. Do seu passado não sabemos absolutamente nada, pois isso não tem nenhuma relevância, mas o que ele viveu a partir do testemunho que o próprio Deus deu dele – “homem sincero, reto e temente a Deus” é para nós o maior exemplo de perseverança e confiança em Deus.

“Íntegro e reto”, ser íntegro tem relacionamento com o nosso homem interior, e ser reto está relacionado com o nosso homem exterior. Além do mais, ser reto significa que nós não somos tortos ou parciais. Além de ser íntegro interiormente e reto exteriormente, Jó temia a Deus positivamente e se afastava do mal negativamente. Deus não criou o homem apenas para temê-Lo sem fazer qualquer coisa errada. A Bíblia nos fala que Deus criou o homem à Sua própria imagem e conforme a Sua semelhança para que o homem pudesse expressá-Lo – “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”.

“Íntegro e reto”, não se refere à perfeição sem pecado, mas à integridade sincera, especificamente a lealdade para com a aliança. Havia uma harmonia honesta entre a sua profissão de fé e a sua vida, exatamente o oposto da hipocrisia da qual ele foi acusado por Satanás e mais tarde por seus amigos.

“Temente a Deus”, no Velho Testamento “o temor do Senhor” é o nome da religião verdadeira. A piedade de Jó era fruto de submissão genuína ao Senhor, diante de quem ele andava em reverência, rejeitando resolutamente o que Ele tivesse proibido. Jó mantém a integridade básica do seu caráter. Tudo faz parte de uma mesma disposição. Os olhos e o coração estão focados no que é íntegro o coração de Jó não está dividido. A vontade de Jó pertence a Deus e ele não abre mão. Não havia falta em Jó. Ele preenchia todos os requisitos dos seus dias de um homem exemplar.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Estudo –vida de Jó – Witness lee
– Comentário Bíblico Beacon – Jó
– Comentário Bíblico Moody – Jó

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.