O Espírito Santo opera na vida humana por meio da Igreja.

Apocalipse 22: 17
 “E o Espírito e a esposa dizem: Vem! E quem ouve diga: Vem! E quem tem sede venha; e quem quiser tome de graça da água da vida”.

Pode até parecer que estamos sendo repetitivos, batendo numa mesma tecla insistentemente, mas, isto é imprescindível para o aperfeiçoamento do nosso conhecimento de Deus Pai, de Deus Filho e do Deus Espírito Santo. Não podemos fazer confusão quanto a ação de cada uma das Pessoas da Trindade e, ainda que Eles sejam iguais em essência, Eles são completamente distintos quanto aos “papéis” que desempenham. Sobre hipótese alguma devemos ensinar ou crer que há subordinação ontológica de uma Pessoa da Trindade a outra. Todavia, quanto à função que cada uma das Pessoas da Trindade exerce, há algumas que são subordinadas a outras, por exemplo, o Pai não salva ninguém que não seja convencido pelo Espírito Santo a se render aos pés do Filho.

Esmiuçando este ensino, detalharemos sobre a função que o Pai, o Filho e o Espírito Santo, individual e distintamente exercem.

Em coerência com o título de Deus Pai, sendo a primeira Pessoa da Trindade, fica estabelecido que a função do “Pai” como sendo a fonte e o planejador da salvação é algo que somente Ele pode exercer. A Pessoa “Pai” não é superior à do Filho ou à do Espírito Santo, porém, sua função sim. Sua função é superior, no sentido de que foi nEle que tudo teve origem – Ele quis, e Ele operou sem que houvesse alguém que pudesse se opor, porém isso não quer dizer que Ele tenha operado contra a vontade do Filho ou da do Espírito Santo. O Pai, então é o Planejador da salvação.

O Filho é o meio pelo qual se opera a salvação. Ele é o Realizador da salvação. O Pai enviou e o Filho veio para nos salvar; o Pai planejou, mas é o Filho quem realizou na cruz o plano elaborado na Eternidade. É um erro crasso dizer que Deus padeceu na cruz por nós, mesmo que Jesus seja, também, Deus, todavia, quando mencionarmos isso, devemos enfatizar que Deus encarnou e veio como Filho e se deu por nós em sacrifício.

A função do Espírito Santo no que concerne à salvação do homem é o de convencer o pecador da sua lastimável e irremediável situação, conscientizando-o de que a reconciliação com o Pai só é possível através da função que o Filho exerce. Em suma, o Pai é o planejador da salvação, o Filho é o aperfeiçoador desta salvação e o Espírito Santo é o aplicador da salvação – o Pai é a fonte, o Filho é o meio e o Espírito Santo é quem executa, isto é, é Ele quem convence e converte.

A doutrina da Trindade deve ser entendida como algo que é eterno. O Filho e o Espírito Santo não passaram a existir por causa de uma necessidade. Os três são eternos e não temporais.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Teologia Sistemática – Norman Geisler

Compartilhar

One thought on “O Espírito Santo opera na vida humana por meio da Igreja.

  • 3 de janeiro de 2021 em 07:31
    Permalink

    Muito bom a explicação 👏👏👏

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.