Ninguém sabe o dia e a hora do arrebatamento da igreja.

Marcos 13: 32
 “Mas, daquele Dia e hora, ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai”.

Eu, sinceramente, tento entender o seguimento teológico que ensina que aqueles que uma vez foram salvos, jamais vão perder essa salvação, eu me esforço para entender isso, mas não consigo, pois isso vai contra as advertências que Jesus faz sobre Sua vinda para arrebatar a igreja deste mundo. Ora, se é impossível perder a salvação, então todas as advertências sobre a vigilância quanto à Sua vinda são inúteis. É simples de entender – se é verdade que não perco minha salvação, consequentemente, não tenho que me preocupar quanto a volta do Senhor Jesus, pois, independente do tempo em que Ele vier estarei salvo. Pode ser que este seguimento teológico encontre apoio em textos bíblicos isolados e fora do contexto, em versículos soltos, mas como explicar as advertências de Jesus sobre essa questão?

A vinda de Jesus para arrebatar a Sua igreja é um mistério que está no coração de Deus, esse assunto é exclusivamente de Sua inteira economia. Ainda que o Senhor Jesus tenha dado algumas “dicas” sobre alguns sinais, Ele não apontou com exatidão o dia e hora deste evento. Nós, assembleianos pentecostais, cremos no pré-tribulacionismo, isto é, cremos firmemente que o Senhor livrará a Sua igreja dos dias que estão determinados pela Bíblia como grande tribulação, isso pelo simples fato de que o Senhor promete isso – “Jesus, que nos livra da ira futura”.

Livrar “da” ira futura é totalmente diferente de livrar “na” ira futura, este último diz que o arrebatamento pode ocorrer em qualquer fase da Grande tribulação, enquanto que aquele primeiro diz que a igreja será tirada do mundo antes que o evento da Grande tribulação tenha início. Mas, seria uma arrogância nossa garantir que o arrebatamento vai ser, exatamente, como temos interpretado a Bíblia Sagrada, o que dizemos é que é nisso que cremos firmemente, todavia, se não for assim, jamais vamos ficar magoados com Deus, não é verdade? Se vai ser “da” ou “na” ira futura não tem tanto relevância, o que importa é sermos poupados. Outra questão que se deve levar em conta nesta situação é o real significado do “livrar”, pois, pode ser que este “livrar” signifique apenas não sermos atingidos pelas agruras que a humanidade vai passar naqueles dias.

Como podemos perceber, muitas são as interpretações que podemos fazer da Palavra de Deus, interpretações que podem estar corretas, bem como, podem estar erradas. Lógico que, o erro nesta situação, não se trata de erro doutrinário, mas, somente erro de interpretação. Embora as más interpretações possam conduzir aos erros doutrinários, neste caso, o que se deve considerar é a condição em que vamos estar quando o evento ocorrer. É para isso que o Senhor Jesus nos está chamando a atenção – a nossa condição espiritual no dia do evento, pois, como se trata de um dia que é da economia de Deus, devemos estar prontos para o arrebatamento a qualquer hora.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.