Há diversidade de dons.

I Coríntios 12: 4
 “Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo”.

Novo trimestre se inicia e, com isso, novo estudo acerca das doutrinas bíblicas. Ainda que seja a republicação de um assunto já tratado em anos anteriores (2ºtrim 2014), o tema para a nossa apreciação, é extremamente próprio para o momento em que vivemos. Momento, esse, em que a igreja do Senhor passa por um intenso e decisivo teste. Embora muitos crentes possam discordar do que escreveremos, o fato é que a distinção entre o joio e o trigo está sendo feita para que ninguém (nem o joio) fique enganado. Estamos vivendo dias em que a igreja tem que, obrigatoriamente, assumir o seu papel neste mundo e, o papel da igreja neste mundo é, além de fazer discípulos para Cristo, fazer ferrenha oposição às todas as obras das trevas. Não somente denunciando-as, mas combatendo-as energicamente.

A igreja foi posta neste mundo com o inquestionável papel de servir a Deus e, para isso, o nosso Senhor conhecendo os poderes das trevas, concedeu poderes espirituais a ela para que, assim, resista às duras, cruéis e inescrupulosas investidas de Satanás. Por isso, nos estudos deste trimestre, iremos tratar sobre os dons espirituais e ministeriais na vida da igreja. Dons imprescindíveis no auxilio à cruenta batalha que vivemos diariamente. Mas, antes de entrarmos, de fato, no assunto proposto, devemos compreender com mais nitidez o nosso objetivo como igreja nesse mundo e, para isso, passo a transcreve trechos de um estudo da Bíblia de Estudo Pentecostal que fala sobre o Reino de Deus. O Reino de Deus não é algo utópico ou imaginário, ele é real e concreto, ele pode ser sentido e vivido já neste mundo. Todavia, isso não é acessível a qualquer pessoa, mas somente para os que estão submissos ao senhorio de Jesus Cristo.

Quando Deus se manifesta com poder sobre o mundo, este entra em crise. O império do diabo fica totalmente alarmado, e as pessoas tem que encarar a decisão de submeter-se ou não ao governo de Deus. O fato de Deus irromper no mundo com poder, abrange, entre outros aspectos, o Seu poder divino sobre o governo e domínio de Satanás; a declaração da chegada do reino, através do anuncio do Evangelho,  é o começo da destruição do domínio de Satanás e do livramento da humanidade das forças demoníacas e do pecado; poder outorgado à Sua igreja para operar milagres e curar os enfermos com a pregação do evangelho, que produz a convicção do pecado, da justiça e do juízo e, poder para batizar o crente no Espírito Santo, a fim de testemunhar de Cristo. Uma evidência máxima de que a pessoa está vivendo o reino de Deus é viver uma vida de “justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo”.

É responsabilidade pessoal, do crente, buscar incessantemente o reino de Deus, em todas as suas manifestações, tendo fome e sede pela presença e pelo poder de Deus, tanto na sua vida como no meio da sua igreja. Não conhecerão o reino de Deus aqueles que raramente oram, que transigem com o mundo, que negligenciam a Palavra e que têm pouca fome espiritual.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal (pág. 1412)

Compartilhar

One thought on “Há diversidade de dons.

  • 29 de março de 2021 em 08:37
    Permalink

    Amém!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.