A doutrina dos apóstolos.

Atos 2: 42
 “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações”.

Quando dizemos que o ministério apostólico se encerrou com a morte do último apóstolo, dizemos isso, fundamentados no que a Bíblia, a INERRRANTE, a INFALÍVEL e a IMUTÁVEL Palavra de Deus nos ensina sobre esse assunto e, o que ela nos ensina é que apóstolos foram aqueles homens que aprenderam, o que ensinaram, do próprio Senhor Jesus – “Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei”. E, no que concerne a “doutrina dos apóstolos” podemos dizer que é o elemento primordial, essencial, indispensável sobre o qual a igreja de Cristo fosse “plantada” e, nenhum outro fundamento deveria ser usado para esse fim.

Sobre a doutrina dos apóstolos, aprendemos no livro de Atos, bem como em outros trechos do Novo Testamento, sobre as normas e padrões estabelecidos para uma igreja neotestamentária. A princípio, uma igreja é o agrupamento de pessoas em congregações locais e unidas pelo Espírito Santo, que diligentemente buscam um relacionamento pessoal, fiel e leal com Deus e com Jesus Cristo. E, mediante o poderoso testemunho da igreja, os pecadores são salvos, nascidos de novo, batizados nas águas e acrescentados à igreja; participam da Ceia do Senhor e esperam a volta de Cristo.

O batismo no Espírito Santo será pregado e concedido aos novos crentes, e a presença e poder do Espírito Santo se manifestarão no meio da igreja. Os dons do Espírito Santo estarão em operação, inclusive prodígios, sinais e curas – “E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão”.

Para a administração da igreja, o Senhor provê ministérios, com o fim de capacitar os crentes para o trabalho do Senhor. Os que são chamados e vocacionados para o exercício de algum ministério tem que demonstrar lealdade absoluta ao evangelho, aos ensinamentos originais de Cristo e dos apóstolos. A igreja somente poderá ser genuína se for alicerçada na revelação infalível, inspirada por Cristo aos primeiros apóstolos. Os apóstolos do Novo Testamento foram os mensageiros originais, testemunhas e representantes autorizados do Senhor crucificado e ressurreto. Foram as pedras fundamentais da igreja, e sua mensagem encontra-se nos escritos do Novo Testamento, como o testemunho original e fundamental do evangelho de Cristo, válido para todas as épocas.

O evangelho concedido aos apóstolos do Novo Testamento, mediante o Espírito Santo, é a fonte permanente de vida, verdade e orientação à igreja. Todos os crentes e igrejas serão verdadeiros somente à medida em que fizerem o seguinte: Aceitar o ensino e revelação originais dos apóstolos a respeito do evangelho e procurar manter-se fiéis a eles. Rejeitar os ensinos dos apóstolos é rejeitar o próprio evangelho de Jesus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal (notas no Livro de Atos e na Carta aos Efésios)

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.