Aquele que deseja servir a Deus deve segui-lo.

João 12: 26
 “Se alguém me serve, siga-me; e, onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará”.

Servir a Deus seria apenas o exercício de alguma função na igreja? Ou, na melhor das hipóteses, seria simplesmente o fato de estarmos inscritos como membros de uma determinada denominação? Será que o servir a Deus se aplica estritamente em trabalhar para a expansão do Reino de Deus? Estamos nós servindo a Deus cooperando de alguma com o trabalho do missionário? Se, por acaso, servir a Deus está intimamente relacionado com algum tipo de trabalho (no sentido literal do termo), então, tem muito crente que não está servindo a Deus. Pois, vos dizemos que servir a Deus está além daquilo que entendemos. Servir a Deus, na grande maioria das vezes, não requer daquele que serve esforço físico.

Sendo assim, se servir a Deus não está relacionado diretamente a serviço em si, de que outra maneira podemos ou devemos servir a Deus? O crente serve a Deus dedicando toda a sua vida àquilo que Ele requer do homem. O problema é que queremos justificar o nosso comodismo dizendo que não temos capacidade para servir e, de fato, realmente não temos, em nós mesmo, essa capacidade, porém, quando o Senhor chama, Ele também capacita para que tudo possa se realizar – “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade”.

Dedicar toda a vida implica em usar tudo o que temos e tudo o que somos a serviço do Reino de Deus. Sendo assim, o Senhor não se dá por satisfeito contemplando o nosso suor escorrendo pelo rosto, ainda que isso demonstre o quanto temos nos esforçado, todavia, não revela o quanto estamos sendo sinceros naquilo que estamos realizando. Servir a Deus não se restringe ao trabalho que se realiza com as mãos ou com os pés, mas com tudo o que realizamos com os membros de nosso corpo, bem como, tudo o que efetuamos em nosso corpo.

Como crentes fiéis devemos servir a Deus com os nossos olhos, ou seja, assim como o salmista escreveu – “Não porei coisa má diante dos meus olhos…” devemos proceder. Existem determinadas coisas que não podemos impedir que se manifestem diante de nós, mas por outro lado, existem coisas que podemos recusar em ver. E estamos servindo a Deus com fidelidade quando recusamos a ver as imoralidades que veiculam livremente pelas redes sociais e mídias.

O crente fiel serve a Deus quando, com os seus lábios e ouvidos, se recusa a falar e ouvir palavras torpes que, dissimuladamente, ofendem e denigrem o caráter e a santidade do nosso Deus. O crente fiel serve a Deus quando, com sua mente e coração, se recusa a aceitar tudo o que o sistema do mundo tem ditado como regra para o bem-estar da humanidade. Regras que contrariam abertamente os preceitos divinos –“E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues nas suas mãos por um tempo, e tempos, e metade de um tempo”.

Para servirmos a Deus, não precisamos de um cargo na igreja, mas, tão somente, sermos fiéis e dedicados a Ele.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.