Não darás falso testemunho.

Êxodo 20:16
 “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo”.

A Lei de Deus não invalida e nem anula as leis seculares desde que estas não desprezem os princípios divinos, porém, devemos lembrar que, embora a Palavra de Deus seja atemporal, os ‘Dez Mandamentos’ foram dados a Israel para servir de lei fundamental e suprema. Não era algo para ser praticado somente entres os israelitas, antes, era o manual de conduta entre israelitas e os povos em redor. O nono mandamento ‘testemunhar falsamente’ significa mentir em um tribunal. Deus sabia que Israel não poderia sobreviver como nação a menos que seu sistema de justiça fosse incorruptível. Assim, devemos ser honestos em nossa vida pessoal, como também em nossas declarações públicas. Em uma ou outra situação, “testemunhamos falsamente” quando excluímos algo de uma história, dizemos uma meia-verdade, torcemos os fatos ou inventamos algo falso. Embora a trapaça seja um estilo de vida para muitas pessoas (inclusive alguns cristãos), o povo do Deus jamais deve ceder a ela.

Poderíamos discorrer sobre o assunto e escrever páginas e mais páginas, todavia, não é nosso objetivo dar uma extensa relação daquilo que significa dar falso testemunho. O nono mandamento protege o nome e a reputação do próximo. Ninguém deve fazer declarações falsas a respeito do caráter ou dos atos de outra pessoa. O crente não vive de regras de conduta, mas de princípios morais e éticos fundamentados na Bíblia Sagrada. Nosso estilo de vida não está ancorado em filosofias humanas, mas em preceitos divinos, sendo assim, quando falamos honestamente a respeito de alguém, não o fazemos para demonstrar o quanto somos íntegros e honestos, mas para preservar a integridade e honestidade do próximo.

Não dizer falso testemunho implica em se ter o cuidado de proteger o inocente, mas, também, em não inocentar o culpado. Geralmente pensamos que não dizer falso testemunho é apenas não mentir diante do que é verdadeiro, porém, quando omitimos a verdade diante do que é enganoso estamos testemunhando falsamente. Compreendes isso?

Não dar falso testemunho não é sinônimo de livrar alguém do castigo, antes é falar a verdade independente das consequências. Praticamente todas as sociedades deste mundo têm reconhecido esse princípio e conjuram todas as testemunhas nos tribunais a dizerem a verdade e somente a verdade. O princípio da lei é extraordinário, porém, na sua prática as pessoas tem fracassado de forma grotesca e deliberada. Mesmo sobre juramento as pessoas mentem descaradamente pouco se importando com as desastrosas consequências que serão impostas ao réu.

Se cremos que há um Deus, saber o que Ele pensa, o que Ele considera ser bom e o que Ele exige para sermos aceitos é absolutamente importante – “Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais”.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal.
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.