É tempo de buscar ao Senhor.

Oséias 10: 12
Semeai para vós em justiça, ceifai segundo a misericórdia; lavrai o campo de lavoura; porque é tempo de buscar ao Senhor, até que venha e chova a justiça sobre vós

Como igreja, estamos vivendo tempos semelhantes ao que viveu Israel no passado. Assim como muitos israelitas, mesmo recebendo as devidas instruções e cumprindo todos os ritos cerimoniais religiosos, desviaram-se deliberadamente do caminho que YHWH havia traçado para eles. Desconsideraram o concerto de Deus e, consequentemente, desprezaram por livre e espontânea vontade as bênçãos advindas da preservação do concerto. A igreja atualmente, assim como Israel no passado, não está assimilando com a devida sensibilidade o que significa ser, de fato “POVO DE DEUS”.

A designação “povo de Deus” não tem o sentido de que fomos nós que escolhemos servir a Deus e, que por isso, Ele agora tem obrigações para conosco. Ser visto como “povo de Deus” não quer dizer que Deus está de prontidão para atender-nos em toda e qualquer necessidade. Estar integrando uma comunidade que se intitula “povo de Deus” não é garantia de livramentos, não é garantia de que seremos preservados das intempéries deste mundo. A Palavra de Deus em nenhum momento dá garantia de vida fácil aos que fazem parte dos que são “povo de Deus”.

Deus misericordiosamente advertiu a Israel usando todos os meios possíveis de que o caminho que estavam percorrendo era um caminho de destruição, vergonha e miséria (também no sentido espiritual). Israel foi para o cativeiro consciente de que o que o conduziu para aquela situação foi sua desobediência e rebeldia contra Deus. E, se há algo que Deus jamais pode fazer é ser omisso no que se aplica ao que foi proferido por Ele, ou seja, Deus em hipótese alguma passaria por cima dos erros do “seu povo” só porque é “seu povo”.

O “é tempo de buscar ao Senhor” é um convite a estarmos mais atentos ao momento que estamos vivendo. Muitas coisas ao nosso redor tem, tão somente, a finalidade de nos demover de alguns objetivos. Por exemplo: a falta de diálogo dentro do lar se deve ao fato de que estamos dando muita atenção ao que é inútil num relacionamento (seja dos cônjuges ou entre pais e filhos). Se existe um mal neste presente século eu digo que é a má administração do tempo que temos. É muito tempo desperdiçado com coisas fúteis. Relacionamentos estão se deteriorando por que o virtual tomou o lugar do real.

O “é tempo de buscar ao Senhor” é uma enfática advertência da situação degradante que estamos vivendo espiritualmente, por que na distribuição que fizemos do nosso tempo diário, não temos dedicado um tempo para a adoração e louvor ao nosso Deus. Precisamos, urgentemente, rever nossa agenda de compromissos diários e substituir os compromissos que estão marcados como “imperdíveis” por aqueles que são extremamente necessários.

Embora o próprio Senhor nos convide a busca-Lo, o “é tempo de buscar ao Senhor” não é algo que se pode fazer de qualquer maneira, tem que haver uma preparação – “Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o Senhor, e apregoou jejum em todo o Judá”.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

2 thoughts on “É tempo de buscar ao Senhor.

  • 23 de agosto de 2019 em 06:05
    Permalink

    A Paz do Senhor, meu querido!

    Primeiramente quero te parabenizar pelo Blog e por todo o conteúdo publicado. Certamente que tem alcançado e abençoado muitas vidas!

    Sinalizo apenas nessa postagem a necessidade de uma pequena correção na digitação da penúltima frase do 4o parágrafo: “É muito temo desperdiçado com coisas fúteis. Relacionamentos estão se deteriorando por que o virtual tomou o lugar do real.”, onde, acredito, deveria ser “É muito tempo desperdiçado…”. Reforço também que esta é uma grande verdade e que precisamos realmente buscar mais a Deus e as coisas de Deus na gestão do nosso tempo.

    Que deus te abençoe ricamente!
    Forte abraço!

    Resposta
    • 23 de agosto de 2019 em 13:26
      Permalink

      Graça e Paz meu amado.
      Obrigado pela visita e também pela correção oportuna.
      Forte abraço e muito obrigado.
      Deus te abençoe.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.