Todos somos filhos de Adão e Eva.

Atos 17: 26
 “E de um só fez toda a geração dos homens para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados e os limites da sua habitação”.

Mesmo que a impressão que se tenha é a de que estamos repetindo as mesmas coisas o tempo todo, o principal objetivo deste estudo (1º trimestre 2020) é o de solidificar biblicamente um tema que dá margem para muitas especulações. Especulações que estão surgindo no meio evangélico e, por causa disto, o povo de Deus já não estão falando a “mesma língua”, isto é, o que até pouco tempo era a doutrina bíblica (ainda que as denominações tenham suas divergências conceituais nas doutrinas) ensinada em qualquer igreja evangélica, agora virou ideologia denominacional. Cada igreja, agora, propõe as doutrinas bíblicas da maneira que lhe é conveniente e não da forma como, de fato, devem ser expostas.

Quando ainda era adolescente, quase fui convencido pelo professor de EBD, da igreja que eu frequentava naquele tempo, de que o nosso Deus podia ser, conforme explica o evolucionismo sobre a criação de todas as coisas, uma célula. Quando ouvi isso achei fantástico, pois, com isso tudo estava explicado e, enfim, a Bíblia se encaixava na Ciência. A Ciência, segundo o conceito do professor naquele tempo, era a última palavra e aquilo que ela não explica racionalmente, não pode ser aceito como verdade. Mas, graças a Deus, o Senhor me removeu do meio deles e me pôs sobre uma Rocha firme. Eu conheci a verdade e fui liberto.

Embora isso não seja admitido por muita gente, mas a verdade é uma só – somos todos (do ponto de vista bíblico) irmãos, ou, na pior das hipóteses, temos que admitir que somos, todos, parentes. Quando lemos a história de Israel e sua luta constante com os povos vizinhos, ao verificarmos as genealogias das nações vizinhas, concluímos que são parentes de Israel, não todas, mas, a grande maioria. Por exemplo:
– Os amalequitas surgiram através de um neto de Esaú e filho de Elifaz com Timna, sua concubina. Amaleque tomou-se um cabeça em Edom, e deu o seu nome a um grupo seminômade que vagava pelo deserto ao sul de Canaã;
– Os amonitas eram um povo descendente de um filho de Ló através de sua filha mais jovem, que deu à luz Ben-Ami em uma caverna próxima a Zoar, hoje chamada Zi’ara.;
– Os edomitas eram um povo semítico descendente de Esaú, que se estabeleceu no sul da Palestina e da Transjordânia por volta do segundo milênio a.C.;
– os moabitas descendiam de Moabe, filho de Ló, que era sobrinho de Abraão, como resultado de uma relação incestuosa com a filha mais velha de Ló. A narrativa, entretanto, indica que os israelitas e moabitas eram semitas e parentes de sangue, e isto é confirmado pelo fato de que a língua dos moabitas está intimamente relacionada à dos hebreus. Enfim, outros povos poderiam ser acrescidos nesta lista, contudo, para não tornar a leitura enfadonha, encerramos aqui.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Dicionário Bíblico Wycliffe

Compartilhar

3 thoughts on “Todos somos filhos de Adão e Eva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.