A simplicidade da mensagem de Paulo.

II Coríntios 11: 3
 “Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo”.

Permita-nos fazer uma simulação do diálogo que Satanás teve com Eva, no Éden, como se fosse atualmente, não com Eva, é claro, mas com alguns pregadores – “Mas a serpente, a mais sagaz do que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse ao pregador: É assim que Deus disse: Não acrescentareis e diminuireis nada de toda a palavra escrita neste livro (a Bíblia)? Respondeu-lhe o pregador: podemos utilizar toda a Bíblia, mas quanto ao acrescentar ou diminuir alguma palavra, disse Deus: não acrescentareis nem diminuireis, nem mistureis ou mudais qualquer palavra, para que não morrais. Então, a serpente disse ao pregador: É certo que não morrereis”.

A sensação que temos (espero com toda convicção que esteja enganado quanto isso) é que alguns pregadores veem a mensagem do evangelho – a mensagem da cruz – como insuficiente para efetuar no ouvinte aquilo para o qual ela foi proposta e designada por Deus. Por causa da sua imensa simplicidade, tais pregadores insistem em adicionar “complementos” na mensagem da cruz que, em vez, de ajudar o ouvinte a entender a mensagem e voltar-se para cruz em busca da salvação, estes “complementos” causam enorme confusão na mente do ouvinte, impedindo, assim que a mensagem seja acolhida no coração.

Manter Cristo em primeiro lugar em nossa vida pode ser muito difícil quando temos tantas distrações ameaçadoras tentando desviar a nossa fé. Da mesma maneira que Eva perdeu seu enfoque ouvindo a serpente, nós também podemos perder nosso enfoque deixando nossa vida se tornar tumultuada e confusa com tantas mensagens “recheadas” de heresias fantasiosas e fabulosas. Assim como os crentes de Corinto cediam a conversas e mensagens suaves que soavam bem e pareciam fazer sentido, ainda hoje existem muitos falsos ensinos que parecem fazer sentido. Não acredite, meu amado (a) leitor (a), em alguém simplesmente por parecer ser uma autoridade no assunto ou por dizer palavras que você gosta de ouvir. Procure a Bíblia e confira se os ensinos destas pessoas estão de acordo com a Palavra de Deus. A Bíblia deve ser seu guia autorizado. Não ouça a nenhum “pregador autorizado” que contradiga as Escrituras.

A dificuldade que muitos crentes enfrentam é a de, exatamente, entender o que é contradizer a Bíblia. Lógico que quando dizemos que estes pregadores estão contradizendo a Palavra de Deus, não estamos insinuando que eles estão dizendo que ela é mentirosa, mas, pior do que isso, eles estão acrescentando nela “ingredientes” que a torna ineficaz. Por exemplo, quando compramos um vidro de antibiótico, vem na embalagem a medida exata de água que deve ser acrescentada, se colocarmos água em excesso, o remédio se torna ineficaz no tratamento. Assim é com a Palavra de Deus. Se a recebermos com essas misturas “escalafobéticas”, ela não produzirá em nós aquilo que se espera.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal

Compartilhar

One thought on “A simplicidade da mensagem de Paulo.

  • 27 de outubro de 2021 em 10:26
    Permalink

    Concordo plenamente com o texto acima,utilizo-me de uma expressão que ouvi de um pregador. “Mas a porta do CÉU ainda continua estreita”.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.